6 de maio de 2019

A cada 3 horas e 40 minutos uma pessoa morre por acidente de trabalho

por GEN.N&G

O Brasil registra uma morte por acidente de trabalho a cada 3 horas e 40 minutos. Segundo o Observatório Digital de Segurança e Saúde do Trabalho, entre 2012 de 2018 foram contabilizados 17.200 falecimentos em razão de algum incidente ou doença relacionados à atividade laboral.

No comparativo por anos, houve queda nos registros, com 2.659 casos em 2014; 2.388 em 2015; 2.156 em 2016; 1.992 em 2017; e 2.022 em 2018. Já os acidentes de trabalho são mais frequentes e ocorrem a cada 49 segundos. No mesmo período, foram registrados 4,7 milhões incidentes deste tipo, conforme o Observatório.

Acidente de trabalho: tipos de lesões mais comuns

 
Os tipos de lesão mais comuns foram corte e laceração, com 734 mil casos (21%). Em seguida, vêm fraturas, com 610 mil casos (17,5%), contusão e esmagamento, com 547 mil (15,7%), distorção e tensão, com 321 mil (9,2%) e lesão imediata, com 285 mil (8,16%). As áreas mais atingidas foram os dedos (833 mil incidentes), pés (273 mil), mãos (254 mil), joelho (180 mil), partes múltiplas (152 mil) e articulação do tornozelo (135 mil).

As áreas com maior incidência de acidentes de trabalho foram atendimento hospitalar (378 mil), comércio varejista, especialmente supermercados (142 mil), administração pública (119 mil), construção de edifícios (106 mil), transporte de cargas (100 mil) e correio (90 mil). Já no ranking por ocupação, as ocorrências mais frequentes foram as de alimentador de linha de produção (192 mil), técnico de enfermagem (174 mil), faxineiro (109 mil), servente de obras (97 mil) e motorista de caminhão (84 mil).

Entre os homens, os acidentes foram mais frequentes na faixa etária dos 18 aos 24 anos. Já entre as mulheres, no grupo de 30 a 34 anos.

Distribuição geográfica

 
Na distribuição geográfica, os estados com maior ocorrência destes incidentes foram São Paulo (1,3 milhão), Minas Gerais (353 mil), Rio Grande do Sul (278 mil), Rio de Janeiro (271 mil), Paraná (269 mil) e Santa Catarina (185 mil).

Para além dos impactos principais e graves dos danos à vida e à integridade de trabalhadores, os acidentes de trabalho também trazem outras consequências. No período monitorado pelo Observatório, 351 milhões de dias de trabalho foram “perdidos” em razão dos afastamentos. Os gastos estimados neste mesmo intervalo chegaram a mais de R$ 82 bilhões.

Na avaliação do coordenador nacional de Defesa do Meio Ambiente do Trabalho, do Ministério Público do Trabalho, Leonardo Mendonça, o Brasil ainda tem muito o que avançar. Mendonça diz que, a despeito do discurso das empresas considerar a importância da segurança nos locais de trabalho, a preocupação com a produção ainda vem em primeiro lugar.

A cada 3 horas e 40 minutos uma pessoa morre por acidente de trabalho

Foto: 123RF

O procurador argumenta que empregadores devem investir tanto em prevenção como no fornecimento de materiais de segurança. “O ideal é ter um ambiente de trabalho organizado não apenas no sentido de um local limpo, mas saudável, que não seja propenso a adoecimentos”, defendeu, em entrevista à Agência Brasil.

Segundo o procurador, a construção desse ambiente para evitar acidentes e adoecimentos envolve uma preparação do conjunto das empresas, inclusive a formação de seus funcionários e pessoas em postos de chefia. “É preciso fazer capacitações com todos os setores da empresa. Desde o topo até o funcionário de chão de fábrica para que tenha carimbo de que realmente ela se preocupa com saúde”, argumenta.

Em abril, foi lançada a Campanha de Prevenção a Acidentes de Trabalho (Canpat 2019), uma iniciativa conjunta do governo federal, Ministério Público do Trabalho e entidades patronais e de empregadores. O objetivo da iniciativa foi alertar para o problema e estimular empregadores e trabalhadores a construírem ambientes mais saudáveis.

Fonte: Agência Brasil

O que você precisa saber sobre Segurança do Trabalho

 
Segurança no Trabalho é assunto sério. Existem diversos livros que tratam do assunto e podem te ajudar a conhecer quais são as principais regulamentações, os direitos das empresas e dos trabalhadores, além de questões referentes a qualidade de vida e prevenção de acidentes. Veja nossas sugestões publicadas pelo GEN | Atlas:

Segurança do Trabalho na Agropecuária e na Agroindústria

 
Este livro trata da formação e da participação dos trabalhadores no sistema de saúde e segurança do trabalho, das repercussões do acidente de trabalho, das normas regulamentadoras aplicadas à agroindústria, da segurança em silos e armazéns, da aviação agrícola, do trabalho sob exposição solar e em ambientes frios, da segurança em máquinas e tratores, das zoonoses e dos cuidados no trato com animais, com agrotóxicos e com ferramentas manuais. Ao longo dos capítulos da obra, são apresentados relatos e discutidos alguns acidentes recentemente acontecidos em nosso país, bem como questões para estudo e aprofundamento dos temas apresentados.

Segurança do Trabalho na Construção Civil

 
Em todo o mundo, a presença e o modo de atuação da Construção Civil estão diretamente associados ao grau de dinamismo ou pujança da economia local. Não importa onde, esta indústria é intensa empregadora de mão de obra. Em razão dessa característica e de muitos outros fatores, não raro, acidentes ocupacionais de diversas gravidades, inclusive muitos fatais, têm lugar. Mas acredita-se firmemente que esta produção pode ser obtida sem vitimar trabalhadores.

Versando a respeito de questões técnicas e, sobretudo, na elaboração de interpretações das condições que resultam neste cenário, este livro propõe reflexões que possam contribuir para a desconstrução desta ainda realidade, em direção a uma produção civil intrinsecamente segura, sobretudo com a adequada elaboração de rotinas e do gerenciamento da integridade laboral.

Ao longo dos capítulos são discutidas questões relativas à formação e participação dos trabalhadores no sistema de saúde e segurança do trabalho, as repercussões do acidente de trabalho, normas regulamentadoras aplicadas à construção civil, organização do canteiro de obras, segurança do trabalho em atividades de desconstrução (demolição), em valas e escavações, nos ambientes confinados, no trabalho em altura, na movimentação de materiais e de pessoas, na carpintaria e no trato com ferramentas manuais, entre outras.

Segurança do Trabalho & Gestão Ambiental

 
Resenha: Segurança do Trabalho e Gestão Ambiental

A quinta edição do livro do Prof. Antonio Nunes é, certamente, uma referência de leitura agradável, positiva e estimulante para alcançar uma visão sistêmica sobre os riscos ambientais e gestão organizacional. A publicação está alinhada aos princípios norteadores da Responsabilidade Social Empresarial e Gestão Ambiental, melhoria do desempenho sustentável das organizações mediante a prevenção e controle dos riscos laborais em diversas atividades. A convergência dos temas abordados aos desafios sociais e ambientais da nossa época oferece conhecimentos essenciais e atualizados para empresários, gestores de pessoas, profissionais de Saúde e Segurança do Trabalho, consultores e interessados no assunto.

Segurança no Trabalho e Prevenção de Acidentes

 
Neste livro, o acidente é tratado como fenômeno de natureza multifacetada, que resulta de interações complexas entre fatores físicos, biológicos, psicológicos, culturais e sociais. A segurança é abordada com visão holística por meio de enfoques complementares: o reducionista, para estudar os fatores em detalhe, e o sistêmico, para entender como eles se inter-relacionam.

O autor expõe conceitos e métodos que desenvolveu para auxiliar os que almejam fazer algo pela segurança das pessoas, do meio ambiente ou do patrimônio. Campo de Forças Organizacional, Aderência e Jogo Administrativo explicam por que as coisas acontecem ou deixam de acontecer nas organizações; Análise e Engenharia de Valor integram Segurança, Missão, Produtividade, Qualidade, Preservação Ambiental e Desenvolvimento Humano; Risco e Falhas Humanas são controlados como variáveis de processo; Organizações para Controle de Emergências são projetadas e desenvolvidas por meio de Análise Funcional.

Qualidade de Vida no Trabalho – QVT: Conceitos e Práticas nas Empresas da Sociedade Pós-Industrial

 
Esta obra busca novos paradigmas na administração de empresas por meio de três vetores conceituais nas questões de Qualidade de Vida no Trabalho (QVT). As escolas de pensamento, os indicadores empresariais BPSO (Biológicos, Psicológicos, Sociais e Organizacionais) e os fatores críticos de gestão.

O intenso trabalho de pesquisa visou a uma nova Modelagem Conceitual, com base nas Interfaces da Gestão da Qualidade de Vida no Trabalho (QVT) da administração de empresas. Os conceitos aqui tratados foram construídos com base na combinação do método quantitativo – utilizando-se a análise documental e do estudo quantitativo exploratório – por meio de pesquisa de campo com administradores, alunos e professores da área de Administração e ampla análise documental, inclusive com alunos do MBA-RH (FIA) em convênio com a USP, em projeto de pesquisa de livre-docência da autora.

Manual de Prevenção de Acidentes do Trabalho

 
Este manual aborda a situação dos acidentes do trabalho no Brasil e sua conceituação legal. Destaca as principais medidas de proteção coletiva e os Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) do trabalhador nas operações e atividades insalubres e perigosas, de forma a neutralizar ou reduzir os riscos de acidentes no ambiente de trabalho.

Manual destinado a empresas, especialmente as do setor industrial, bem como aos sindicatos, aos profissionais das áreas de Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho, aos membros da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (Cipa) e, de modo geral, aos empregadores e empregados. Pode ser utilizado como fonte de consulta para os cursos de graduação e pós-graduação em Medicina e Engenharia de Segurança do Trabalho.

Gostou de entender mais sobre segurança do trabalho? Então não se esqueça de assinar nossa Newsletter para receber mais informações no seu e-mail!

LEIA TAMBÉM

Tags: , , , , , , , ,
  • GEN.N&G
    GEN.N&G

    O GEN.NEGÓCIOS & GESTÃO é um portal independente criado com o objetivo de fornecer conteúdo de autores renomados nas áreas de Administração, Contabilidade, Economia, Educação e Finanças. Desta forma, estudantes, professores e profissionais encontrarão no portal uma fonte de conhecimento. As publicações são compostas por artigos, notícias, entrevistas, e diversos conteúdos para atualização acadêmica e profissional. O GEN.NEGÓCIOS & GESTÃO é uma iniciativa da Editora Atlas - GEN | Grupo Editorial Nacional.