8 de fevereiro de 2019

Como fazer um currículo atualizado? Confira dicas!

por GEN.N&G

Define-se curriculum vitae como conjunto detalhado de informações sobre uma pessoa, cujo objetivo é apresentar qualificações, formação e experiência profissional para fins de concorrência a um emprego. Inclui pormenores de dados pessoais, formação educacional e profissional da pessoa, especificando cursos realizados, congressos de que tenha participado como ouvinte ou com comunicação individual apresentada, participação em mesas-redondas, seminários etc., bem como relação de atividades profissionais já exercidas. Enfim, um curriculum vitae apresenta um perfil do candidato, bem como uma biografia sucinta sobre formação educacional ou técnica e experiência profissional. É lido por um profissional de recursos humanos que sabe distinguir o que é relevante para o que procura. Veja, a seguir, como fazer um currículo atualizado:

Como fazer um currículo atualizado? Confira dicas!

 
No caso de carreira acadêmica, hoje é comum o Curriculum Lattes, que é um currículo elaborado segundo o padrão da Plataforma Lattes, gerida pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Esse tipo de currículo possibilita contagem de pontos, em caso de concursos públicos, bem como se presta a pleito de financiamento na área de ciência e tecnologia. Ele é mais longo que o curriculum vitae, incluindo participação nos mais diversos tipos de eventos acadêmicos, artigos científicos publicados, livros publicados, participação em bancas de defesa de dissertação de mestrado, tese de doutorado etc. Outra grande diferença entre esses dois tipos de currículo (o vitae e o Lattes) é que este último está disponível ao público para consulta na Internet. Um currículo bem elaborado pode ser um dos fatores de sucesso na conquista de um emprego. Alguns cuidados básicos na redação desse gênero textual:

1. Objetividade: como a preocupação é persuadir o profissional que o examinará ao selecionar um candidato a um emprego, o equilíbrio das informações é fundamental; daí os manuais recomendarem que não devem ser nem longos nem excessivamente breves, mas conter apenas o necessário. Daí que a necessidade de revisar sempre, diante das situações concretas e tendo em vista a oportunidade específica. Manter um currículo arquivado eletronicamente tem a conveniência não precisar digitar todo o texto todas as vezes que se fizerem necessárias; todavia, é fundamental ajustar o currículo conforme ao emprego que se tem em vista e ao seu receptor.

2. O currículo deve parecer que foi redigido especificamente para a empresa que oferece uma oportunidade de emprego.

3. Atualmente, currículos podem ser enviados por e-mail.

Promoção Volta às Aulas

Questões práticas

 
Entre as providências a serem tomadas, ressaltam-se:

1. Verificação de possíveis incoerências entre o currículo e a carta de apresentação que o acompanha. Assim, o currículo ou a carta não deve apresentar maior competência do que se dispõe. Pode soar presunção um jovem recentemente formado afirmar competência profissional que exceda a sua experiência. Nesse caso, o currículo não sustenta tal informação.

2. Autoelogios também podem soar presunçosos: “sou comunicativa”; “sou altamente profissional”; “sou dedicado e dinâmico”.

3. Linguagem excessivamente técnica pode constituir-se em empecilho para o alcance de bom resultado. Se o selecionador, um profissional de recursos humanos muitas vezes da área de psicologia e administração, não entender a linguagem utilizada no currículo, o candidato pode ser posto à margem.

4. Quando não se tem grande experiência ou pouco conhecimento sobre algo, evita-se expor tal informação. Em vez disso, dá-se preferência às informações de que se tem realmente grande conhecimento: “Tenho conhecimento da área de…” é preferível a “Tenho noção da área de…”

5. Um currículo consistentemente elaborado não se ocupa de informações extensas do tipo biografia. Por isso, não são recomendáveis informações muito antigas, de 10, 20 anos anteriores. Diferentemente do curriculum Lattes, o curriculum vitae apoia-se em duas ou três atividades mais recentes. Selecionam-se as experiências, conforme o emprego oferecido.

6. Não se sobrecarrega o curriculum vitae com informações escolares do início da vida do indivíduo. Imagine-se o sujeito expondo informações sobre pré-escola, como berçário, maternal, jardim da infância, ou ensino fundamental.

7. Relacionam-se as experiências profissionais relevantes, partindo da mais recente para a mais antiga.

8. A verdade deve prevalecer sempre. Para suavizar uma possível informação, podese afirmar: “a experiência, embora frustrante, trouxe alguma aprendizagem”.

9. Informa-se sobre a data da conclusão dos cursos.

10. Não se relaciona Trabalhos de Conclusão de Cursos.

11. Quem é recém-formado e pouco experiente, afirma ser recém-formado e pouco experiente. Persuadem mais a simplicidade, a modéstia, a verdade.

12. Informa-se o selecionador sobre o objetivo que se tem em vista com o emprego. Pode-se redigir: “Objetivo atuar na área de…, em que tenho maior conhecimento teórico e profissional.”

13. Não se apresentam dados pessoais, como: solteiro, pai de tantos filhos, jovem, bonito, atraente, simpático, cabelos castanhos ou loiros, dentes em perfeito estado etc.

14. Um currículo visualmente bem apresentado pode favoravelmente constituir-se em fator de desequilíbrio entre candidatos. Daí a necessidade de separar as informações em blocos.

15. As informações são distribuídas de forma clara e objetiva.

16. Um currículo longo pode prejudicar um candidato.

17. Não se faz menção a cursos de datilografia, Cipa, horas de academia, religião que se professa etc.

18. Avalia-se a necessidade de inclusão de cursos sobre linguagens de computador.

19. Silencia-se sobre salário pretendido, que poderá ser um dos temas da entrevista.

20. Evitam-se siglas e abreviaturas, exceto as comumente conhecidas.

21. Em relação a idiomas estrangeiros, é conveniente informar sobre o grau de fluência oral, escrita, leitura.

Estruturalmente, compõe um currículo:

 
1. Dados pessoais: nome, data de nascimento, endereço, telefone, e-mail.
2. Objetivo que se tem em vista com o emprego.
3. Posicionamento profissional: “Sou assessor de imprensa com 12 anos de experiência”; “sou técnico em hidráulica com 8 anos de experiência”.
4. Relatar o que sabe fazer; sua experiência profissional.
5. Discorrer brevemente sobre os três últimos empregos.
6. Formação educacional: preferencialmente, ensino médio, faculdade, mestrado, doutorado.
7. Domínio de idiomas: fluência em falar, escrever, ler.
8. Local e data.
9. Assinatura.
10. Carta de apresentação

Mais conteúdo no livro Como Escrever Textos

Gostou das informações sobre como criar um currículo atualizado? Então não se esqueça de assinar nossa Newsletter para receber dicas no seu e-mail!

LEIA TAMBÉM

 

Tags: , , , ,
  • GEN.N&G
    GEN.N&G

    O GEN.NEGÓCIOS & GESTÃO é um portal independente criado com o objetivo de fornecer conteúdo de autores renomados nas áreas de Administração, Contabilidade, Economia, Educação e Finanças. Desta forma, estudantes, professores e profissionais encontrarão no portal uma fonte de conhecimento. As publicações são compostas por artigos, notícias, entrevistas, e diversos conteúdos para atualização acadêmica e profissional. O GEN.NEGÓCIOS & GESTÃO é uma iniciativa da Editora Atlas - GEN | Grupo Editorial Nacional.