12 de fevereiro de 2019

Contabilidade Consultiva: saiba o que é e como aplicá-la

por GEN.N&G

A contabilidade consultiva pode ser considerada a nova tendência empresarial. O contador que antes trabalhava apenas com balancete, livros contábeis, fluxo de caixa, folhas de pagamento e inúmeras outras obrigações não podem ser negligenciadas, no entanto, há um novo ramo para este profissional: atuar com a interpretação e a estratégia, isto é, agir como um consultor de negócios.

Contabilidade consultiva é um termo que simboliza a nova postura do contador, em que o profissional é capaz de identificar os problemas dos empresários, saber quando as empresas precisam de melhorias e ajudá-las a resolver as dificuldades encontradas.

A atuação do contador nesse sentido assemelha-se a de um “médico” para empresas: ele realiza o diagnóstico do problema e passa um prognóstico com o que o empresário precisa fazer para alavancar a empresa e alcançar melhores resultados.

A importância da contabilidade consultiva

 
A contabilidade consultiva relembra todo o aporte teórico e metodológico que um profissional contábil possui e que, na verdade, é o que tem maior potencial de fazer diferença em uma empresa, prevenindo situações de risco através da interpretação dos números e propondo medidas que beneficiem a situação financeira do negócio.

O contador precisa se enxergar como agente de transformação: essa mudança de mentalidade é essencial. A contabilidade consultiva oferece o burocrático continuamente e dilui, nesse custo mensal, o valor da consultoria, que atua de forma mais pontual.

Promoção Volta às Aulas

Alguns escritórios têm enfrentado dificuldades como falta de rentabilidade e preços baixos. E isso acontece por que os contadores insistem em oferecer somente o mínimo para o cliente; esse tipo de atitude faz com que os clientes vejam o principal trabalho oferecido pelo contador sendo somente obrigações fiscais e legais, isso dificulta muito mudar a cultura dos clientes.

Como aplicar a contabilidade consultiva

 
O primeiro ponto a ser observado é o público-alvo: o contador deve entender qual o público potencial para esse serviço. Dessa forma, o serviço deve ser oferecido para clientes preparados para receber a contabilidade consultiva, o cliente que entrega os documentos organizados, fornece as informações corretas e obedece aos prazos estabelecidos. Uma boa dica é priorizar os clientes preparados para o seu negócio.

A contabilidade consultiva exige proximidade do contador com a empresa, diálogo deste profissional com os proprietários e gestores. Afinal, é necessário entender os processos e saber com detalhes sobre as operações da empresa para analisar os números dentro de um contexto específico.

A parceria formada entre usuários de serviços contábeis e empresas de contabilidade, também pode ser fortalecida a partir da utilização da automação tecnológica, ou seja, soma-se mais um parceiro para realização de melhores trabalhos. São vários benefícios identificados nesta parceria, entre eles, a diminuição de tempo de processamento de documentos e informações. Ou seja, se as duas pontas investem em parques tecnológicos e gestão de processos, todos serão beneficiados.

O futuro compreende o contador como agente de transformação das empresas, e essa troca é significativa para o aprendizado.

Fontes: Jornal Contábil e Anderson Hernandes

Gostou das informações sobre Contabilidade Consultiva? Então não se esqueça de assinar nossa Newsletter para receber dicas no seu e-mail!

LEIA TAMBÉM

 

Tags: , , , , ,
  • GEN.N&G
    GEN.N&G

    O GEN.NEGÓCIOS & GESTÃO é um portal independente criado com o objetivo de fornecer conteúdo de autores renomados nas áreas de Administração, Contabilidade, Economia, Educação e Finanças. Desta forma, estudantes, professores e profissionais encontrarão no portal uma fonte de conhecimento. As publicações são compostas por artigos, notícias, entrevistas, e diversos conteúdos para atualização acadêmica e profissional. O GEN.NEGÓCIOS & GESTÃO é uma iniciativa da Editora Atlas - GEN | Grupo Editorial Nacional.