11 de setembro de 2019

A importância da gestão financeira nas empresas

por Rinaldi Corrêa

Um dos fatores incontestáveis, do ponto de vista da gestão empresarial, encontra-se na habilidade do gestor em administrar eficazmente os principais recursos organizacionais, independentemente do porte, ramo de atividade ou o tempo de existência no mercado.

Entende-se por recursos organizacionais, os diversos meios pelos quais as empresas conseguem operacionalizar seus negócios e viabilizar seus resultados. Neste contexto, destacam-se quatro importantes recursos empresariais, sendo eles: os recursos humanos, mercadológicos, os físicos e, os recursos financeiros.

A importância da gestão financeira nas empresas

 
Todos são fundamentais para o atingimento das metas e objetivos pré-estabelecidos, todos contribuem para o diferencial competitivo, todos são de fundamental importância e demandam cuidados gerenciais. Entretanto, vale aqui ressaltar, a necessidade de um olhar mais aguçado e criterioso para a gestão dos recursos financeiros, em razão de sua suscetibilidade a riscos, riscos esses que podem levar a empresa a uma situação de insolvência.

Os recursos financeiros de uma empresa assumem responsabilidades multifuncionais. Além de garantir o cumprimento das obrigações com terceiros e alimentar todo o ciclo produtivo de bens e serviços, eles também contribuem para o bem-estar dos demais setores da organização.

Metaforicamente falando, a função da gestão financeira pode ser comparada ao coração no corpo dos seres vivos. Ele trabalha de forma contínua para garantir as ações de todos os demais órgãos e células do corpo. Como atuaria a gestão de Recursos Humanos sem condições financeiras para proporcionar o desenvolvimento dos seus talentos? Como se conseguiria as pesquisas de mercado e a plena satisfação dos clientes sem investimentos financeiros? Como cuidar do patrimônio físico da empresa sem o necessário dinheiro? Por fim, seus resultados finais devem sempre buscar a positividade, não havendo possibilidade de erros, pois somente assim essa gestão poderá satisfazer os anseios dos stakeholders.

Para que tudo isso se concretize, o gestor financeiro deve estar devidamente equipado com ferramentas adequadas de análise e diagnósticos financeiros para que possa monitorar de forma intensiva e constante os seguintes aspectos: o controle dos custos e despesas da empresa, o acompanhamento e ações sobre o fluxo de caixa e uma análise completa de toda a estrutura de capital da empresa através de um quadro clínico bem elaborado.

Mais conteúdo no livro Guia para Abertura de Empresas

Gostou de saber mais sobre a importância da gestão financeira nas empresas? Não se esqueça de assinar nossa Newsletter para receber mais informações no seu e-mail!

LEIA TAMBÉM

Tags: , , , , , , , , ,
  • Rinaldi Corrêa
    Rinaldi Corrêa

    Bacharel em Administração de Empresas. Doutorando e Mestre em Administração pela Universidade Metodista de Piracicaba. Pós-graduado em Gestão Estratégica de Empresas e Negócios e em Didática do Ensino Superior. Trabalhou 28 anos em empresas de capital americano, alemão, francês e nacional. Professor universitário e coordenador. Atua em programas de pós-graduação em Gestão de Negócios, Controladoria e Finanças e Gestão Estratégica de Pessoas. Palestrante e consultor empresarial com ênfase em micro e pequenas empresas.