1 de janeiro de 2019

Investimentos: entenda os conceitos de risco e confira qual o seu perfil de investidor

por GEN.N&G

Você sabe qual é o seu perfil de investidor? Conhece os conceitos de risco e retorno sob investimentos? Aprenda mais sobre o tema com dicas do livro Gestão Financeira e Econômica:

Risco e retorno sob investimentos

 
O excedente de recursos obtido pelos indivíduos e empresas é direcionado a algum tipo de investimento. Dependendo dos objetivos e do perfil de quem está investindo, os recursos podem ser aplicados no mercado financeiro, em várias modalidades existentes, ou em algum projeto relacionado com a atividade produtiva ou comercial.

Por que poupar?

 
Sobre os recursos direcionados para investimento recai o chamado custo de oportunidade, uma vez que eles poderiam ser aplicados em outras alternativas de investimento. Para os indivíduos, os recursos que sobram depois de cumpridos todos os compromissos financeiros podem ser direcionados ao consumo, mas são incentivados a poupar seja para consumo futuro ou para formar uma reserva de proteção para o futuro.

A formação de poupança é uma decisão importante, pois, mesmo que se pretenda um consumo futuro, com o dinheiro na mão, tem-se um melhor poder de negociação, especialmente pelos descontos que se conseguem negociar.

Sempre que se realiza um investimento, independentemente dos objetivos que se tenha para o futuro, a expectativa é de que o valor investido retorne maior do que aquele desembolsado.

A aplicação de recursos, seja no mercado financeiro ou em atividade produtiva, é feita com expectativa de que o retorno compense o esforço realizado pela privação de utilização dos recursos. Espera-se, também, que o retorno não demore muito para ocorrer.

Perfil de risco do investidor

 
O perfil de risco do investidor está relacionado à sua disposição de assumir riscos para atingir seus objetivos, podendo mudar ao longo do tempo. As instituições financeiras precisam conhecer o perfil de seus clientes, por isso costumam fazer análise desse perfil, chamada também de suitability (adequação, compatibilidade). Assim, conseguem oferecer as várias opções de investimentos que estejam em linha com o seu nível de tolerância ao risco e com os seus objetivos.

Segundo os perfis, o investidor pode ser, resumidamente, classificado em:

  • Conservador: o investidor com esse perfil privilegia a segurança ao decidir seus investimentos. Tem baixa tolerância ao fator risco e prefere baixa rentabilidade desde que não corra o risco de perder dinheiro. Alguns têm objetivos de prazos mais curtos e preferência pela liquidez, mas outros preferem buscar conforto em imóveis.
  • Moderado: tem perfil entre o conservador e o agressivo, tolerando determinados níveis de riscos desde que obtenha retornos maiores, mas não se expõe a riscos elevados.
  • Dinâmico ou agressivo: busca alta rentabilidade e, portanto, tem elevado grau de tolerância ao risco.

Gostou das dicas sobre investimentos? Então assine nossa newsletter para receber mais informações no seu e-mail!

LEIA TAMBÉM

Tags: , , , , ,
  • GEN.N&G
    GEN.N&G

    O GEN.NEGÓCIOS & GESTÃO é um portal independente criado com o objetivo de fornecer conteúdo de autores renomados nas áreas de Administração, Contabilidade, Economia, Educação e Finanças. Desta forma, estudantes, professores e profissionais encontrarão no portal uma fonte de conhecimento. As publicações são compostas por artigos, notícias, entrevistas, e diversos conteúdos para atualização acadêmica e profissional. O GEN.NEGÓCIOS & GESTÃO é uma iniciativa da Editora Atlas - GEN | Grupo Editorial Nacional.