4 de março de 2020

Aspectos fundamentais da moderna gestão do talento humano

por Idalberto Chiavenato

A Gestão do Talento Humano se baseia em alguns aspectos fundamentais:

1. Pessoas como seres humanos

 
Dotados de personalidade própria, inteligência e profundamente diferentes entre si, com uma história pessoal particular e diferenciada, possuidores de conhecimentos, habilidades e competências indispensáveis à adequada gestão dos demais recursos organizacionais. Pessoas como pessoas e não como meros recursos da organização. Não se trata mais de administrar recursos, mas de gerir o talento humano que as pessoas oferecem à organização.

2. Pessoas como ativadoras de recursos organizacionais

 
Como impulsionadoras da organização e capazes de dotá-la do talento indispensável à sua constante renovação e competitividade em um mundo cheio de mudanças e desafios. As pessoas como fonte de impulso próprio que dinamiza a organização e não como agentes passivos, inertes e estáticos. Não existem organizações sem pessoas até hoje.

3. Pessoas como parceiras da organização

 
Capazes de conduzir a organização à excelência e ao sucesso. Como parceiras, as pessoas fazem investimentos na organização – como esforço, dedicação, responsabilidade, comprometimento, riscos etc. – na expectativa de colherem retornos desses investimentos – por meio de salários, incentivos financeiros, crescimento profissional, satisfação, carreira etc.

Todo investimento só se justifica quando traz um retorno razoável. Na medida em que o retorno é bom e sustentável, a tendência será manter ou aumentar o investimento. Daí o caráter de reciprocidade na interação entre pessoas e organizações. E também de autonomia e ação e não mais de passividade, inércia e dependência. Pessoas como parceiras ativas e não como sujeitos passivos.

4. Pessoas como talentos fornecedores de competências

 
Como elementos vivos e portadores de competências essenciais ao sucesso organizacional. Qualquer organização pode comprar máquinas ou equipamentos, comprar tecnologias para se equiparar aos concorrentes. Isso é relativamente fácil, mas construir competências é extremamente difícil, leva tempo, aprendizado e maturação.

5. Pessoas como o capital humano do negócio

 
Como o principal ativo organizacional que agrega inteligência e foco ao negócio da organização.

De acordo com esses conceitos, embora tenham características tão diferentes, doravante utilizaremos a expressão Gestão do Talento Humano (GTH) ou Recursos Humanos (RH) ao longo deste livro. O leitor saberá diferenciar ambas. Diferentes autores têm diferentes conceitos sobre a gestão de pessoas:

  • Administração de recursos humanos (ARH): é o conjunto de políticas e práticas necessárias para conduzir os aspectos da posição gerencial relacionados com as “pessoas” ou recursos humanos, incluindo recrutamento, seleção, treinamento, recompensas e avaliação do desempenho. Hoje se fala em liderar talentos e não mais administrar pessoas.
  • ARH: é a função administrativa devotada à aquisição, treinamento, avaliação e remuneração dos empregados. Todos os gerentes são, em certo sentido, gerentes de pessoas, porque todos eles estão envolvidos em atividades como recrutamento, entrevistas, seleção e treinamento.
  • ARH: é o conjunto de decisões integradas sobre as relações de emprego que influenciam a eficácia dos funcionários e das organizações.
  • ARH: é a função na organização que está relacionada com a provisão, treinamento, desenvolvimento, motivação e manutenção dos empregados.
  • ndo sua sustentabilidade financeira, social e ecológica.
  • Gestão do talento humano (GTH): é a área que agrega e constrói talentos por meio de um conjunto integrado de processos e cuida do aumento do capital humano das organizações: o elemento fundamental do seu capital intelectual e a base do seu sucesso pelas vantagens competitivas que oferecem ao seu negócio. Trata-se aqui de gestão do talento que cada pessoa possui e não mais da gestão da pessoa em si.

Mais conteúdo no livro Gestão de Pessoas

Gostou do tema? Então aproveite e assine nossa Newsletter para receber mais informações no seu e-mail!

LEIA TAMBÉM

Tags: , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Idalberto Chiavenato
    Idalberto Chiavenato

    Idalberto Chiavenato é Doutor (PhD) e Mestre (MBA) em Administração pela City University of Los Angeles-CA, EUA, especialista em Administração de Empresas pela FGV-EAESP, graduado em Filosofia/Pedagogia, com especialização em Psicologia Educacional pela USP e em Direito pela Universidade Mackenzie. É professor honorário de várias universidades do exterior e renomado palestrante ao redor do mundo. É autor de mais de 30 livros das áreas de Administração, Recursos Humanos, Estratégia Organizacional, Comportamento Organizacional publicados no Brasil e no exterior. É fundador e presidente do Instituto Chiavenato, conselheiro do CRA-SP e membro vitalício da Academia Brasileira de Ciências da Administração onde ocupa a cadeira nº 47. Recebeu dois títulos de Doutor Honoris Causa por universidades latino-americanas e a Comenda de Recursos Humanos pela ABRH-Nacional.