3 de setembro de 2020

Reforma do Estado Brasileiro: livro destaca eficácia, eficiência e efetividade desejada da ação do Estado

por Fábio Giambiagi

A primeira edição de Reforma do Estado Brasileiro acaba de chegar às livrarias e e-commerces de todo o Brasil e já ganhou repercussão nacional em uma matéria publicada no Valor Econômico — o mais importante veículo de economia, finanças e negócios do Brasil — divulgada na terça-feira, 1º de setembro de 2020.

Segundo a reportagem, produzida pelo jornalista Sérgio Lamucci, o livro “faz um diagnóstico amplo e oferece propostas detalhadas para enfrentar o tema em diversas frentes”. E afirma: “A pandemia evidencia os problemas do Estado brasileiro, deixando ainda mais clara a importância de reformá-lo, como fica claro nas oito partes e 23 capítulos do livro”.

O livro traz um conjunto amplo de autores — entre eles: Marcos Lisboa, presidente do INSPER, Marcos Mendes, pesquisador do INSPER, Hélio Tollini, ex-secretário de Orçamento Federal e Ana Carla Abrão Costa, ex-secretária da Fazenda de Goiás — que apresentam, de forma didática e profunda, um mapeamento detalhado do desafio, com diagnósticos e proposições realistas. O prefácio é de Armínio Fraga, ex-presidente do Banco Central (BC), já a quarta capa traz comentários de Mansueto Almeida, ex-secretário do Tesouro.

Confira as matérias nos links abaixo (disponível apenas para assinantes)

Sinopse do livro Reforma do Estado Brasileiro

 
Os desafios da transformação do Estado brasileiro. Este livro traz assuntos essenciais para o funcionamento de um Estado moderno e eficiente: melhor planejamento e organização do serviço público, debates de orçamentos, avaliação de políticas e muito mais.

Fabio Giambiagi, Sergio Guimarães Ferreira e Antônio Marcos Hoelz Ambrózio, ao lado de diversos especialistas, auxiliam na compreensão da importância de uma transformação urgente e necessária no Brasil.

Por que ler Reforma do Estado Brasileiro – Transformando a Atuação do Governo?

Um dos maiores desafios do país é crescer com equilíbrio fiscal, de modo a reduzir as desigualdades por meio da oferta de serviços públicos que respondam a demandas legítimas da sociedade por maior segurança, ensino e saúde, por exemplo. Contudo, para que isso aconteça, é preciso que o Estado consiga entregar o que todos nós esperamos dele, e isso nos leva a um debate muito mais complexo do que uma simples divergência de opiniões.

LIVE SOBRE REFORMA DO ESTADO BRASILEIRO

 
O organizador Fábio Giambiagi e o Grupo GEN | Editora Atlas convidam para a live sobre o tema “Reforma do Estado Brasileiro”, no dia 14 de setembro (segunda-feira), às 17h (horário de Brasília), no YouTube GEN Atlas.

Além do organizador do livro, também estarão presentes para o bate-papo os economistas Armínio Fraga e Mansueto Almeida. Para assistir, acesse aqui.

Veja mais detalhes sobre o livro aqui!

 
newsletter

LEIA TAMBÉM

Tags: , , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Fábio Giambiagi
    Fábio Giambiagi

    Economista, com graduação e mestrado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Ex-professor da UFRJ e da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio). Funcionário concursado do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) desde 1984. Ex-membro do staff do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) em Washington, ex-assessor do Ministério de Planejamento, ex-Coordenador do Grupo de Acompanhamento Conjuntural do IPEA; ex-Chefe do Departamento de Risco de Mercado do BNDES e ex-Superintendente de Planejamento do BNDES. Atualmente, é gerente do Departamento de Pesquisas Econômicas do BNDES. Autor ou organizador de mais de 30 livros sobre Economia Brasileira. Colunista regular dos jornais O Estado de S. Paulo e O Globo.