13 de setembro de 2019

Resenha: Gestão de Custos e Formação de Preços

por GEN.N&G

Possuir habilidades e conhecimentos teóricos e práticos dos formatos de custos para calcular sua margem de lucro é essencial para todos os gestores. Analisar custos e definir a metodologia que melhor se encaixa na formação do preço de seu produto ou serviço é um grande diferencial e tem amplo impacto no planejamento estratégico de qualquer empresa. Nessa perspectiva, o livro Gestão de Custos e Formação de Preços apresenta os conceitos de custos de forma abrangente, trazendo desde as definições tradicionais até os temas mais inovadores. O conteúdo é enriquecido com exercícios, casos práticos e estudos de caso para melhor fixação dos conceitos.

A obra está dividida em três partes. Na Parte I, são apresentados os elementos estruturais de custos e conceitos básicos que deverão nortear o leitor. A Parte II trata de sistemas e métodos de custeio. Por fim, a Parte III contempla os elementos necessários para uma boa focalização sobre formação do preço de venda e suas influências no resultado das organizações.

Em sua 4ª edição, o livro também apresenta:

  • Capital de Giro
  • Margem de Competitividade
  • Exemplos práticos, testes e exercícios

Aplicação do livro Gestão de Custos e Formação de Preços

 
Livro-texto para as disciplinas Custos e Gestão de Custos dos cursos de graduação e pós-graduação em Ciências Contábeis, Administração, Economia, Marketing, Comércio Exterior, Logística Empresarial e Engenharia. Leitura recomendada para contadores, empresários e administradores ligados à gestão empresarial.

Introdução da obra

 

Resenha: Gestão de Custos e Formação de Preços

É inegável que o nível de competitividade provocado pela globalização dos mercados está se tornando cada vez mais acirrado. O fenômeno da globalização, em forte expansão nos últimos tempos, vem provocando desafios para a gestão de empreendimentos em todas as atividades e nos mais diversos níveis, possibilitando o desenvolvimento das empresas para além-fronteiras.

A evolução da economia sempre se destacou pela busca da melhoria da produtividade, trazendo em sua esteira novas realidades e novos desafios, que têm marcado praticamente todos os campos da ação humana desde o início dos tempos e, principalmente, após a Revolução Industrial.

Atualmente, o ambiente das empresas, independentemente do setor de atividade e do porte delas, é caracterizado pelos mercados abertos, sejam eles nacionais ou globais, onde a competitividade se torna cada vez mais acirrada em termos da necessidade de promover mudanças rápidas e eficazes para sobreviverem. A onda de modernidade tem empurrado as empresas para um salto qualitativo que exige muita criatividade, competência e flexibilidade.

Controlar e reduzir custos, formar corretamente os preços de venda dos bens e serviços e arquitetar a estrutura operacional formam a receita básica para o sucesso e a sobrevivência de uma organização.

Se, por um lado, as empresas necessitam de cortes ou racionalização de gastos para oferecer preços mais acessíveis do que a concorrência, sem deixar de considerar a qualidade dos serviços ou produtos, por outro lado, a contabilidade gerencial pode prestar grande auxílio às organizações prestadoras de serviços no que tange à gestão de custos.

Além disso, os processos tecnológicos criam, a todo instante, novos produtos e novas demandas, e as empresas que têm a pretensão de subsistir e desenvolver-se devem atuar de maneira mais profunda, buscando novas tecnologias e novos mercados. Assim, junto com esta necessidade, as empresas perceberam, rapidamente, que precisam atualizar seus conceitos de produção e também de distribuição.

Perceberam, ainda, que a sua sobrevivência e o necessário crescimento dependem de três fatores básicos: atendimento aos reclamos dos consumidores, cada vez mais conscientes e mais exigentes, o que as levou a dar maior atenção à qualidade de seus produtos; o acirramento da concorrência, com a mesma preocupação da busca de maior parcela de mercado; e, como consequência disso, a redução dos seus custos.

A partir da Segunda Guerra Mundial, surgiu uma consciência muito mais forte de que não basta apenas sobreviver. É necessário crescer, e esse crescimento depende de qualidade, preços baixos e custos compatíveis com os produtos e serviços a oferecer. Consequentemente, o objeto de preocupação dos administradores nos tempos atuais é a necessidade de atingir o gerenciamento dos recursos, aplicados na produção de bens e/ou serviços, conjugados com as decisões de financiamentos e investimentos em níveis ótimos.

Os principais beneficiários de um bom sistema de apuração e análise dos custos são os empresários, pelas avaliações que podem fazer de seus investimentos; em seguida, os membros do corpo executivo que respondem pelas decisões.

Como as decisões são circundadas por incertezas e inseguranças, há a necessidade de informações oportunas, confiáveis e relatadas com clareza, pois são elementos vitais para a sobrevivência da empresa. Assim, não é possível gerenciar, na acepção de conduzir as atividades, sem que a alta direção disponha de informações sobre seus reais custos de produção e sobre as despesas.

As ações decisórias, na hipótese da ausência de informações, tornam-se erráticas e ao sabor do acaso, e isso não pode ser considerado como administração.O intuito de oferecer uma contribuição, ainda que modesta, aos estudantes, professores, administradores, contadores, postulantes de cargos gerenciais e estudiosos em geral é que nos motivou para a elaboração do presente texto.

As mesmas preocupações que norteiam a nossa ação como contadores, assessores e consultores de empresas, além de docentes na matéria, nos levaram à elaboração deste livro. Nessas atividades, temos a missão de “garimpar” dados e transformá-los em informações rápidas e seguras para bem assessorar as empresas. Como professores, nossa missão não é muito diferente: devemos transferir nossas habilidades para aqueles que pretendem exercer bem a atividade de contadores, administradores e engenheiros.

Em ambos os casos, conjugamos a experiência do trabalho em diversas empresas com os estudos acadêmicos e pretendemos moldar os estudantes para o bom exercício profissional. Almejamos transferir aos estudantes de Administração, Contabilidade, Engenharia de Produção, entre outros, o material necessário para que eles possam ter o devido conhecimento de custos de maneira agradável e cativante.

Ademais, esta obra pretende levar aos seus leitores uma análise crítica de todos os elementos teóricos nele considerados e ainda, com os exemplos nele contidos, dar uma sustentação prática para os problemas diários que ocorrem nas empresas.Temos forte esperança de conseguir este objetivo.

Sempre tendo em mente a disciplina Custos, nos cursos de Ciências Contábeis, Economia, Administração, Engenharia, entre outros, apresentamos uma metodologia simples e didática, que possa permitir aos professores o encontro do material teórico e prático de maneira agradável e sequencial.

Cada capítulo apresenta uma série de exemplos práticos resolvidos e propõe testes de fixação e exercícios. Os estudos de casos são apresentados nos capítulos que julgamos de maior relevância. Tanto os exemplos como os testes, exercícios e estudos de casos servem para a fixação dos conceitos apresentados.

O livro está dividido em três partes.

Na Parte I, que compreende os Capítulos 1 a 7, são apresentados os elementos estruturais de custos e alguns conceitos básicos que deverão nortear o leitor.

A Parte II da obra é constituída pelos sistemas e métodos de custeio, pelo fato de merecerem uma atenção especial. Essa parte abrange os Capítulos 8 e 9.

Finalmente, na Parte III, estão contemplados os elementos necessários para uma boa focalização sobre a formação do preço de venda e suas influências no resultado das organizações.

Essa Parte III abarca os Capítulos 10 a 12. Os capítulos foram apresentados de maneira que os docentes possam desenvolver os temas abordados, dentro das cargas horárias disponíveis das aulas. O Capítulo 1 faz referências aos aspectos fundamentais de qualquer organização e efetua uma comparação entre a contabilidade financeira e a contabilidade gerencial.

No Capítulo 2, estão contidos os conceitos referentes aos gastos. Esse capítulo é essencial para o entendimento de todo o restante do livro, uma vez que nele estão considerados os elementos que norteiam a estrutura do trabalho e o aprendizado sobre custos.

O Capítulo 3 classifica os custos e faz considerações sobre os termos técnicos fundamentais.Um estudo bem estruturado sobre materiais e estoques está contemplado no Capítulo 4. A abordagem da mão de obra é apresentada no Capítulo 5.

Nos Capítulos 6 e 7, estão os elementos necessários para entender os critérios de rateio dos custos indiretos e a departamentalização destes, respectivamente. O Capítulo 8 apresenta um estudo sobre os sistemas de custeio, tanto por ordem de produção como por processo. No Capítulo 9, estão contidos os métodos de custeio por absorção, variável, padrão e ABC.

Enquanto o Capítulo 10 apresenta uma análise pertinente ao tema custo-volume-lucro, o Capítulo 11 faz referência aos métodos de mensuração das funções de custo.

Finalizando, o Capítulo 12 tem a preocupação de estudar a formação dos preços de venda, com base em todos os elementos apresentados nos capítulos anteriores.

Sobre os autores

 
Alexy Dubois
É bacharel em Ciências Econômicas, especialista em Contabilidade Gerencial de Custos, mestre em Administração de RH e em Ciência da Educação e doutor em Economia.

Luciana Kulpa
É bacharel em Ciências Contábeis, bacharel em Direito, especialista em Contabilidade Gerencial de Custos e mestre em Administração Financeira.

Luiz Eurico de Souza
É bacharel em Ciências Contábeis, bacharel em Ciências Econômicas e mestre em Ciências Contábeis e Financeiras.

Gostou de saber tudo sobre o livro Gestão de Custos e Formação de Preços? Então não se esqueça de assinar nossa Newsletter para receber dicas no seu e-mail!

LEIA TAMBÉM

 

Tags: , , , , , , , , , ,
  • GEN.N&G
    GEN.N&G

    O GEN.NEGÓCIOS & GESTÃO é um portal independente criado com o objetivo de fornecer conteúdo de autores renomados nas áreas de Administração, Contabilidade, Economia, Educação e Finanças. Desta forma, estudantes, professores e profissionais encontrarão no portal uma fonte de conhecimento. As publicações são compostas por artigos, notícias, entrevistas, e diversos conteúdos para atualização acadêmica e profissional. O GEN.NEGÓCIOS & GESTÃO é uma iniciativa da Editora Atlas - GEN | Grupo Editorial Nacional.