10 de setembro de 2019

Resenha: Manual Completo de Gestão para Formação de Tecnólogos

por Douglas De Matteu

Os cursos tecnólogos de graduação surgiram no Brasil como uma forma de alinhar melhor a educação superior aos setores produtivos e às mudanças recentes na sociedade. O livro Manual Completo de Gestão para Formação de Tecnólogos foi desenvolvido por especialistas das principais áreas de Gestão, com uma abordagem totalmente direcionada aos estudantes de diversos cursos tecnólogos, para que seja, de fato, seu “livro de cabeceira”.

Trata-se de uma obra concisa e completa, que traz uma visão geral de cada tema de forma clara e prática, permitindo que o leitor foque nos pontos essenciais. Nela, você encontrará temas como:

• Administração e suas principais teorias;
• Empreendedorismo, inovação e start-ups;
• Enfoque estratégico na Gestão de Pessoas e modelos de gestão;
• Ferramentas de Marketing;
• Inteligência emocional, soft skills, liderança e equipes de alta performance;
• Aspectos básicos da Economia, contexto internacional e tomada de decisões diante dos cenários econômicos;
• Contabilidade, Controladoria e Finanças;
• Gestão de Processos e Projetos;
• Gestão de TI;
• Logística;
• Gestão da Qualidade e sustentabilidade.

Como diferencial, este livro apresenta diversos exemplos, modelos e acesso exclusivo a vídeos dos autores em cada capítulo.

Aplicação do livro Manual Completo de Gestão para Formação de Tecnólogos

 
Leitura de referência para estudantes de todos os cursos de graduação tecnológica do eixo de Gestão e Negócios. Recomendado, ainda, para atualização profissional, por sua abordagem prática.

Para saber mais sobre a aplicação prática do livro, assista ao vídeo sobre como os cursos tecnólogos mudam a realidade brasileira:

Prefácio do livro

 
Uma das frases mais famosas, e completas, sobre a evolução das espécies e seleção natural, curiosamente, foi cunhada por um professor americano de Administração, Leon C. Megginson, em 1963, que complementa a de Charles Darwin, e resume muito bem suas principais conclusões: “Não é o mais forte que sobrevive, nem o mais inteligente, mas o que melhor se adapta às mudanças”.

O processo de adaptação se faz necessário em todos os aspectos de nossa vida. Quando a profissão foi criada, em 1965, os registrados não eram chamados administradores, mas técnicos em administração. O título tinha relação com um dos mais altos cargos da estrutura pública federal: os Técnicos em Administração. Após duas décadas de lutas, especialmente do Conselho Regional de Administração de São Paulo – CRA-SP, e ação organizada, conseguimos mudar a legislação e passamos a usar a nomenclatura mais apropriada: Administração.

Deixamos de ser apenas o conselho de um grupo de profissionais, para uma profissão, mais ampla e completa, a de profissionais de administração.Quando de nossa passagem pelo Conselho Federal de Administração, entre 2007 e 2010, fomos confrontados pela grande demanda de reconhecimento dos profissionais formados em Cursos Superiores de Tecnologia (CST) na área de Administração – os tecnólogos em administração e tivemos a clarividência de levar ao plenário e aprovar o registro dos tecnólogos em nosso sistema CFA/CRAs em 2009.

Não foi um processo fácil, demandou muita negociação e convencimento de que ao abrir nossa profissão aos tecnólogos não caracterizaria perda de espaço para os profissionais, mas acolhimento de uma nova modalidade de profissionais, muito bem preparada para os novos desafios e exigências das organizações.

A formação do bacharel mais ampla e com atuação em todas as áreas de administração mantém-se indispensável, contudo, esses profissionais especializados ainda durante a graduação possuem um conjunto único de competências essenciais Naquele período os cursos de tecnólogos começavam a se solidificar, o MEC havia publicado a primeira edição do Catálogo Nacional de Cursos Superiores em Tecnologia e determinado carga-horária mínima, perfil do profissional e competências exigidas.

Os cursos de tecnólogos surgiram como uma forma de alinhar melhor a educação superior ao setores produtivos e mudanças da sociedade. Sempre teve por objetivo, nas palavras do próprio MEC: “formar profissionais aptos a desenvolver, de forma plena e inovadora, as atividades em determinada área profissional e com capacidade para utilizar, desenvolver ou adaptar tecnologias com a compreensão crítica das implicações daí decorrentes e das suas relações com o processo produtivo, o ser humano, o ambiente e a sociedade.”

Decorrida uma década do início do registro destes profissionais e o acelerado crescimento dos cursos de graduação tecnológica vemos uma mudança radical em nosso ambiente. Em 2009, dos cerca de 355.000 alunos de graduação matriculados na área da Administração no estado de São Paulo dois terços eram de bacharelado e apenas um terço nos CSTs. Em 2017 dos 336.000 alunos, a proporção beira os 50% em cada grupo, com pequena vantagem para o bacharelado.

A formação mais específica, pontual e, também, mais breve, é um dos principais fatores, em nossa análise, que fazem com que o volume de conclusões nos Cursos Superiores de Tecnologia seja bem maior que nos bacharelados. Se em 2009, dos 68.000 formandos, 39.000 recebiam título de bacharéis, e 29.000, de tecnólogo, em 2017 os dados no INEP já mostravam que tivemos mais concluintes nos cursos tecnológicos (35.000) do que no bacharelado (31.000).

O outro grande fator de sucesso dos cursos de tecnólogos está no perfil dos alunos, muitas vezes mais maduros, já inseridos no mercado de trabalho e que retornam aos bancos escolares em busca de uma formação acadêmica que permita maior crescimento profissional.

O espaço do bacharel em administração não é prejudicado pela ascensão dos egressos destes cursos. Temos que entender como uma evolução natural em resposta a todas as mudanças da sociedade e de necessidades do mercado de trabalho que vivenciamos. Para falar do hoje, e por extensão, do amanhã, às vezes é interessante revermos o passado, e nas grandes civilizações clássicas temos as lições de Heráclito, grego, e Sêneca, romano. O primeiro afirmava, sobre as mudanças, que: “nenhum homem pisa duas vezes no mesmo rio, pois nunca é o mesmo rio e ele não é o mesmo homem”.

Ao ingressarmos, de forma irreversível, na atual economia exponencial, também denominada Revolução 4.0, precisamos cada vez mais de pessoas preparadas e bem capacitadas, com conhecimentos novos e relevantes para atuar diante dos desafios que se apresentam. Uma das grandes características deste nosso período não são apenas as mudanças, mas a velocidade com que acontecem.

Uma formação aprofundada sobre temas e áreas específicas da gestão é uma excelente maneira de desenvolver esses profissionais.O segundo questionava os desígnios e infortúnios que geralmente atribuímos a sorte ou azar, e, dois milênios atrás, declarava que: “sorte é onde a oportunidade encontra a preparação”. Não se pode esperar pelas oportunidades, precisamos construí-las, contudo, se não estivermos prontos para aproveitar esses momentos, de nada servirão.

Esse, de forma simplificada, é o espaço de atuação dos tecnólogos, profissionais com conhecimento especializado, que entendem que o ambiente está em constante mutação e precisam estar preparados para toda gama de problemas e oportunidades que surgem.

Este livro, vem atender a um anseio dos coordenadores, professores e principalmente discentes dos Cursos Superiores de Tecnologia em área da Administração. Uma obra concisa e completa, que traz os mais diversos tópicos de nossa Ciência de forma clara e didática, permitindo que o aluno foque nos pontos essenciais, mas que ainda estimula e recomenda o aprofundamento em citações, referências e indicações de cada capítulo que podem ser perseguidos individualmente de acordo com o interesse do estudante.

Especialistas escreveram sobre Gestão de Pessoas, Marketing, Qualidade e Sustentabilidade, Inovação, Logística e toda miríade de tópicos pertinentes aos profissionais de Administração. Pode ser utilizado em sala de aula ou como guia complementar, para constantes consultas no dia a dia dos futuros tecnólogos.

O livro surgiu após muito debate, ponderação e pesquisa de diversos professores e coordenado pelos professores Teresinha Covas e Douglas De Matteu. Trata-se de mais um fruto do GEGIES – Grupo de Excelência em Gestão de Instituições de Ensino Superior do CRA-SP, que completou em 2018 quinze anos de atuação.

O CRA-SP mantém, no momento, trinta e dois grupos nos mais diversos campos de atuação da administração, fomentando pesquisas e geração de conhecimento contínuo. Esta é mais uma das formas de agirmos para nos mantermos fiéis à nossa missão de estarmos sempre nos “adaptando” para estarmos continuamente: “A serviço da Administração”.

Boa Leitura.

Adm. Roberto Carvalho Cardoso
Presidente CRA-SP

Material suplementar

 
Este livro conta com o seguinte material suplementar:

  • Slides – para docentes;
  • Manual do mestre – para docentes.

O acesso aos materiais suplementares é gratuito. Basta que o leitor se cadastre em nosso site (www.grupogen.com.br), faça seu login e clique em Ambiente de Aprendizagem, no menu superior do lado direito.

Sobre os autores

 
Teresinha Covas Lisboa

Pós-Doutorado em Administração pela Florida Christian University (FCU – EUA). Doutorado em Administração. Mestrado em Administração dos Serviços de Saúde. Especialização em Administração Hospitalar. Especialização em Didática do Ensino Superior. Conselheira do Conselho Federal de Administração (CFA) – Jurisdição São Paulo. Sócia-Diretora da TCL Consultoria e Assessoria S/C Ltda. Docente Titular da Universidade Paulista (Unip). Docente convidada da Florida Christian University, da Faculdade Albert Einstein e da Universidade Metodista. Diretora do Sindicato das Empresas de Administração do Estado de São Paulo (Sindaesp). Diretora da Associação Brasileira de Administração (ADM). Membro do Grupo de Excelência em Gestão de Instituições do Ensino Superior (GEGIES – CRA/SP) e Coordenadora do Grupo de Excelência de Pesquisa Aplicada em Administração (GEPAD – CRA/SP).

Douglas De Matteu

Doutor em Business Administration, PhD e Mestre na Arte do Coaching pela Florida Christian University (FCU – EUA). Mestre em Semiótica, Tecnologias da Informação e Educação pela Universidade Braz Cubas (UBC). Especialista em Marketing, em Educação a Distância e em Gestão de Pessoas com Coaching. Bacharel em Administração de Empresas. Diversas formações e certificações em Coaching com reconhecimento internacional. Docente na Fatec de Mogi das Cruzes, nos cursos pós-graduação, e na FCU – EUA. É CEO do Instituto de Alta Performance Humana (IAPerforma®). Desenvolve treinamentos in company e palestras. Membro dos Grupos de Excelência em Instituições do Ensino Superior (GEGIS), Pesquisa Aplicada em Administração (GEPAD) e Coaching (GEC) do CRA/SP.

Gostou de saber mais sobre o livro Manual Completo de Gestão para Formação de Tecnólogos? Então não se esqueça de assinar nossa Newsletter para receber dicas no seu e-mail!

LEIA TAMBÉM

Tags: , , , , , , , , , ,
  • Douglas De Matteu
    Douglas De Matteu

    CEO do IAPerforma – Instituto de Alta Performance Humana. Atuante nas áreas de Administração, Marketing, Comercial e Desenvolvimento Humano/Coaching com foco em treinamentos in company, palestras e Coaching. É docente convidado pela Florida Christian University com experiências internacionais (EUA/Japão), também leciona na Fatec de Mogi das Cruzes e em cursos de pós-graduação. Doutor em “Business Administration Ph.D.” e Mestre da “Arts in Coaching”pela FCU – Florida Christian University nos EUA Mestre em Semiótica, Tecnologias da Informação e Educação pela UBC Possui Três Pós graduações: Marketing, EAD – Educação a Distância e Gestão de Pessoas com Coaching. É bacharel em Administração de Empresas e Formado no curso Superior de Formação Específica em Marketing e Promoção de Vendas pela UMC. Professional Coach, Business and Executive Coaching e Master Coach com reconhecimento internacional pela International Association of Coaching Institutes, European Coaching Association. Master Coach Sistêmico pelo Metaforum com reconhecimento internacional pelo ICI (International Association of Coaching Institutes), ECA (European Coaching Association), com Bernd Isert e Sabine Klenke (Alemanha). Coach com Certificação Internacional de Coaching, Mentoring & Holomentoring – ISOR® SOAR Global Institute – SOAR HDT Advanced Certification Program; Coaching Ericksoniano com Jeffrey K. Zeig, Ph.D. Fundador e Diretor da Milton H. Erickson Foundation; Head Trainer – Treinador Comportamental – IFT. Constelador Familiar pelo Metaforum Internacional – Alemanha Membro Sociedade Portuguesa de Coaching Profissional na categoria COACH PROFISSIONAL SÉNIOR Membro do Grupo de Excelência em Gestão de Instituições de Ensino Superior – GEGIES do CRASP. Membro do Grupo de Excelência em Coaching – GEC do CRASP. Possui dupla nacionalidade Brasileira e Portuguesa. Autor do Livro: Acelere o seu sucesso pessoal e profissional.